Está entre os melhores cursos de Ciências Biológicas do país. Nota máxima no Enade e cursos 5 estrelas pelo Guia Quero Educação
Nossos programas de pós-graduação contam com docentes de reconhecimento nacional e internacional em suas áreas de pesquisa, e oferecem cursos de mestrado, doutorado e mestrado profissional
Com pesquisas publicadas nas melhores revistas, nossos pesquisadores tem colaborado efetivamente com o desenvolvimento das ciências biológicas.
Conheça nossos cursos de extensão e serviços oferecidos por nossos laboratórios e pesquisadores.

31
jan
2023

Luciana Bolsoni Lourenço

Nosso interesse é combinar análises citogenéticas e genômicas a inferências filogenéticas e filogeográficas no estudo da evolução cariotípica em anuros.

László Károly Nagy

O Laboratório de Ecologia Integrativa concentra seus estudos na ecologia de
ecossistemas e impactos de mudanças globais na estrutura e funcionamento de
ecossistemas. As principais linhas de pesquisa entre as quais se destacam a
biogeoquímica e microbiologia do solo (vide publicações) estão sendo desenvolvidas no
âmbito de um programa de pesquisa social-ecológica de longa duração, na Serra de
Mantiqueira. Para demais detalhes consulte: Parque Estadual de Campos do Jordão
(PELD-PECJ) LTSER site - Brazil | LTER Campos do Jordão (PELD-PECJ) (https://deims.lter.peld-pecj.ib.unicamp.br/).

Sílvio Roberto Consonni

O objetivo principal do nosso laboratório é reconhecer os efeitos da multiparidade e do envelhecimento nas células e na matriz extracelular durante a recuperação pós-parto no canal do parto (sínfise púbica, colo uterino e vagina) em camundongos. Temos um interesse particular em entender como o número de partos e o envelhecimento têm um efeito significativo na homeostase dos tecidos, o que pode nos ajudar a entender a fisiopatologia do prolapso de órgãos pélvicos, incontinência urinária e prematuridade. Nós nos concentramos no tecido conjuntivo - um importante local de sinalização celular, molecular e hormonal - e perguntamos como esse tecido responde (ou não) às mudanças durante e após a primeira e a gravidez múltipla. Por meio de ensaios morfológicos, bioquímicos e moleculares, identificamos que os processos de recuperação são regulados por células e moléculas no canal de parto e multiparidade e o envelhecimento os levou a não se recuperar na matriz reprodutiva de camundongos.