Pós Graduação em Biologia Animal

Apresentação  

                Em 1988, o Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) criou o Programa de Pós-Graduação em Parasitologia.  Nos primeiros anos de atividade, o Programa de Parasitologia apresentava um enfoque médico, assim como o corpo docente era, em sua maioria, formado por profissionais da área médica. Ao longo dos últimos 20 anos, as atividades do Programa de Pós-Graduação em Parasitologia foram ampliadas e as linhas de pesquisa adequadas aos estudos da biologia da relação parasito-hospedeiro, contemplando aspectos de saúde animal e muito da sua relação com o ambiente.

                Com o propósito de ajustar-se ao escopo das linhas de pesquisa do corpo docente credenciado e buscando atualização constante, foi proposta e aprovada (em 8 de abril de 2011) a reestruturação do PPG-Parasitologia/Unicamp que passou a ser chamado de Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal. Ressalte-seque a reformulação do Programa está inserida em um cenário atual e futuro, no qual as interações do homem com o ambiente são cada vez mais importantes. Foram criadas duas novas áreas de concentração, a saber:

  1. Área de Concentração: Biodiversidade Animal

A proposta desta área de concentração fundamenta-se no fato de que, embora o Brasil abrigue uma grande diversidade biológica animal, a carência de profissionais especializados em sistemática e biologia de organismos, além de curadores de coleções biológicas, continua grande. A importância dessa área de estudos na conservação e no manejo da biodiversidade tem sido muito explorada em diversas instâncias e várias políticas públicas que visam  a essa questão têm sido implementadas. A criação desta área de concentração visou também a fomentar o estudo sobre a relação dos padrões filogenéticos e de organização espacial exibidos pelos animais, bem como a investigação dos processos evolutivos que conduziram a tais padrões. Deve-se salientar que a classificação sistemática baseada em estudos moleculares, além da tradicional, é de grande importância para o país, considerando-se que o Brasil é detentor de rica biodiversidade.

A sistemática moderna tem por objetivo o entendimento das relações evolutivas entre diferentes espécies; assim, a estratégia de classificação deve levar em consideração características que de fato representem as relações filogenéticas. Neste contexto, a inclusão dos estudos de biogeografia nesta nova área de concentração visa proporcionar o entendimento dos padrões de organização espacial exibidos pelos animais e, dos processos que resultaram em tais padrões. Sendo uma ciência multidisciplinar, integra-se com outros estudos da biologia, servindo também ao propósito de conservação da diversidade biológica de nosso país. Adicionalmente, os estudos de biologia dos organismos e seu comportamento integram o esforço para o entendimento da biodiversidade e, por conseqüência, contribuem para sua conservação e manejo.

 

2. Área de Concentração: Relações Antrópicas, Meio Ambiente e Parasitologia.

                Esta área de concentração fomenta o conhecimento multidisciplinar incluindo estudos sobre o comportamento dos animais no que se refere às suas adaptações morfológicas e fisiológicas em relação à reprodução, alimentação e defesa. Desta forma, atua diretamente na conduta da espécie, analisando suas relações diretas com estímulos internos e externos. Pesquisas com estes objetivos específicos deverão ser direcionadas às espécies ameaçadas de extinção, invasoras, bioindicadoras e de importância para a conservação, sendo de interesse ecológico e/ou econômico. Nos dias de hoje, estas espécies ainda são carentes deste tipo de estudo. Nesta área de concentração, um dos temas principais será o estudo da sequência de eventos que ocorre durante o desenvolvimento dos indivíduos de uma espécie, desde a fertilização do ovo até a morte. Estes estudos, como por exemplo, os do ciclo reprodutivo, são essenciais para se estabelecer a regulação da gametogênese, representando o ponto de partida para análises ecológicas, fornecendo, portanto, subsídios ao conhecimento de recrutamento, idade e crescimento, informações importantes para o manejo das espécies, como também o entendimento da dinâmica populacional.

                O desenvolvimento do país tem causado impactos junto ao homem e à biodiversidade. O rápido desenvolvimento da biotecnologia, nos últimos anos, demanda uma base de conhecimento sobre o conteúdo da biodiversidade, ainda incipiente no Brasil, considerando-se as espécies animais. Adicionalmente, o comportamento das espécies animais se constitui em relações dinâmicas que são influenciadas pelas alterações ambientais provocadas pela ação humana, estando em permanente mudança. Assim, a preservação da biodiversidade em ecossistemas com a finalidade de prevenir a emergência de doenças parasitárias de origem silvestre torna-se cada vez mais necessária. O desafio, nos dias de hoje, é conciliar o desenvolvimento e a preservação dos recursos naturais, em especial, a biodiversidade.

                As disciplinas foram reformuladas, assim como algumas novas foram criadas. Em breve, as ementas estarão disponíveis no sitio eletrônico do programa.

 

Comissão de Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal (2013 - 2015)
Coordenadora:
Profa. Dra. Silmara Marques Alegretti
e-mail: sallegre@unicamp.br

Membros titulares:
Profa. Dra. Fosca Pedini Pereira Leite
Profa. Dra. Regina Maura Bueno Franco
 

Membros suplentes:

Profa. Dra. Michela Borges
Profa. Dra. Selma Giorgio

Membro convidado:
Prof. Dr. Ivan Sazima

Representantes Discentes: 2013-2014

Marcela Aquiyama Alonso

Ramal: 16299
Laboratório de Entomologia L2B - Parasitologia
 
Suplente: Maristela de Lima Bueno
Ramal: 16385
Laboratório de Invertebrados Marinhos - Museu de Zoologia
 
Lista de emails dos alunos- ppg.bioanimal.unicamp@gmail.com

 

Secretário: 
Marco Antonio de Oliveira
e-mail: pganimal@unicamp.br
Fone: (19) 3521 6281

 

Endereço:
Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal
Prédio da PG-IB, Bloco O - CP. 6109 - UNICAMP
Avenida Bertrand Russel, s/n
13083-865 Campinas, SP
Fone: (19) 35216281
Fax: (19) 35216374