Instrução Normativa 04: Admissão de Alunos

Art. 1º. Abertura de vagas

 

§ . A Comissão do Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal (CPPG-BV) fará consulta aos professores do Programa sobre o número de vagas que pretendem oferecer. A falta de manifestação do docente será interpretada como intenção de não abrir vagas. Não será aceito pedido de abertura de vagas fora do período estipulado pela CPPG-BV.

§ . O número de vagas em cada nível (Mestrado ou Doutorado) será determinado pela CPPG-BV, ouvidos os professores envolvidos no Programa quanto à possibilidade de acolherem os orientandos e oferecerem condições de trabalho e pesquisa no órgão em que estão lotados. No julgamento das solicitações de abertura de vagas pelos orientadores, a CPPG-BV poderá considerar o desempenho do docente no programa.

§ . Cada orientador poderá ter seis (6) orientandos no Programa, sendo permitidos mais dois (2) orientandos, autorizados pela CPPG-BV, de acordo com o desempenho do docente no Programa.

§ 4º Os professores recém-credenciados que não tiverem experiência de orientação formal comprovada em curso de pós-graduação terão direito de atuar como orientador de até dois (2) alunos, até que um (1) deles tenha sua dissertação ou tese aprovadas em defesa pública. A partir daí o orientador poderá atuar como qualquer outro docente do Programa.

§ . A CPPG-BV estabelecerá um calendário dos exames de admissão, divulgando o número de vagas abertas por docente credenciado no programa em cada nível.

 

Art. 2º. Modalidades de ingresso

 

§ . O Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal (PPG-BV) reconhece duas modalidades de candidatos ao ingresso:

I – Candidato ao Mestrado;

II – Candidato ao Doutorado;

 

Art. 3º. Inscrição dos Candidatos ao Mestrado

 

§ . A inscrição de candidatos ao Mestrado será aberta aos portadores de diploma de curso superior, obtido em universidades nacionais ou estrangeiras, conceituadas e devidamente reconhecidas no país.

§ . No ato da inscrição, o candidato deverá indicar o nome de um docente que tenha aberto vaga e que tenha concordado formalmente em ser o orientador do candidato no caso de sua aprovação e deverá entregar a documentação e seguir as recomendações do Edital estabelecido para este fim.

§  3º. Alunos cursando o último semestre da graduação poderão candidatar-se ao ingresso no Mestrado, porém, caso sejam aprovados, a matrícula só será permitida após a obtenção do diploma e/ou certificado de conclusão de graduação, com comprovação oficial da instituição.

 

Art. 4º. Inscrição dos Candidatos ao Doutorado

 

§ . A inscrição de candidatos ao Doutorado será aberta aos portadores de diploma de curso superior, obtido em universidades nacionais ou estrangeiras, conceituadas e devidamente reconhecidas no país.

§ . No ato da inscrição, o candidato deverá indicar o nome de um docente que tenha aberto vaga e que tenha concordado formalmente em ser o orientador do candidato no caso de sua aprovação e deverá entregar a documentação e seguir as recomendações do Edital estabelecido para este fim.

  

Art. 5º.  Após o período de inscrição, a CPPG-BV analisará os documentos e decidirá sobre a aprovação das inscrições.

  

Art. 6º.  O processo seletivo será coordenado pela CPPG-BV, que constituirá comissões específicas para coordenar as provas do exame de seleção.

  

Art. 7º.  Cabe à CPPG-BV divulgar:

- O total de vagas oferecidas;

- Os tópicos e a literatura para a prova escrita de conhecimento;

- O calendário e edital do processo seletivo;

- Os nomes dos candidatos aprovados em até 30 após a realização do processo seletivo;

 

Art. 8º O processo seletivo

 

§ 1º. O processo seletivo para os candidatos ao Mestrado e ao Doutorado constará de:

I - prova escrita de conhecimento;

II - exame de aptidão em inglês;

III - análise de currículo;

§ . A prova escrita de conhecimentos será eliminatória.

§ .  O processo seletivo só é válido para ingresso nos doze meses seguintes, não havendo reserva de vagas.

 

Art. 9º As provas de seleção aos candidatos inscritos em Mestrado

 

§ .  Os pesos específicos para cada uma das fases são:

  1. a) prova escrita de conhecimento: peso 2.
  2. b) exame de aptidão em inglês: peso 2.
  3. c) análise de currículo: peso 1

§ .  A prova escrita de conhecimento para candidatos ao Mestrado versará sobre cinco (5) tópicos: anatomia vegetal; ecologia vegetal; fisiologia vegetal; genética e evolução de plantas; sistemática e evolução de plantas terrestres. Serão formuladas três (3) questões de cada um dos tópicos acima relacionados, totalizando 15, e o candidato deverá responder 10 questões selecionadas a seu critério.

§ .  Somente os candidatos que obtiverem nota mínima de 5,0 (cinco), em escala de 0 a 10 (zero a dez), na prova escrita de conhecimento passarão para as demais fases do processo seletivo.

§ .  O exame de aptidão em inglês será na forma escrita e constará de interpretação de texto científico escrito em inglês da área de biologia vegetal, sendo facultado o uso de dicionário. Os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 7,0 (sete) são considerados aprovados, e os com nota inferior a 7,0 (sete) reprovados.

§  Os candidatos podem opcionalmente pedir dispensa do exame de aptidão em inglês e apresentar comprovante de proficiência em inglês de acordo com critérios a serem estipulados no edital do processo seletivo.

§ .  Serão aprovados os candidatos que conseguirem média ponderada, das notas obtidas nas três fases do exame de seleção, maior ou igual a 7,0 (sete), em escala de 0 a 10 (zero a dez).

 

Art. 11º As provas de seleção aos candidatos inscritos em Doutorado com realização de prova escrita de conhecimento

 

§ .  Os pesos específicos para cada uma das fases são:

  1. a) prova escrita de conhecimento: peso 2.
  2. b) exame de aptidão em inglês: peso 2
  3. c) análise de currículo: peso 1.

§ .  A prova escrita de conhecimento, para candidatos ao Doutorado, versará sobre um (1) tópico escolhido dentre cinco: anatomia vegetal; ecologia vegetal; fisiologia vegetal; genética e evolução de plantas; sistemática e evolução de plantas terrestres. O tópico do exame deverá ser escolhido pelo orientador e indicado no formulário de inscrição. Para cada tópico serão formuladas seis (6) questões, das quais o candidato deverá responder cinco (5).

§ .  Somente os candidatos que obtiverem nota mínima de 5,0 (cinco), em escala de 0 a 10 (zero a dez), na prova escrita de conhecimento, passarão para as demais fases do processo seletivo. 

§ .  O exame de aptidão em inglês será na forma escrita e constará de interpretação de texto científico escrito em inglês da área de Biologia Vegetal, sendo facultado o uso de dicionário. Os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 7,0 (sete) nesta prova são considerados aprovados, e os com nota inferior a 7,0 (sete) reprovados.

§ 5º. Os candidatos podem opcionalmente pedir dispensa do exame de aptidão em inglês e apresentar comprovante de proficiência em inglês de acordo com critérios a serem estipulados no edital do processo seletivo.

§ 6º.  Serão aprovados os candidatos que conseguirem média ponderada maior ou igual a 7,0 (sete), em escala de 0 a 10 (zero a dez), das notas obtidas nas três fases do exame de seleção.

 

 

Instrução Normativa nº 04 do Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal, aprovada pela Congregação do IB em 20/09/2019.