Proposta do Programa

Histórico e principais objetivos do programa

O Programa de Pós-Graduação em Biologia Funcional e Molecular (BFM) foi criado em agosto de 1999, pela fusão dos antigos cursos de Pós-Graduação em Ciências Biológicas-Bioquímica e Ciências Biológicas-Fisiologia, do Instituto de Biologia da UNICAMP. É objetivo principal do Programa de Pós-Graduação em BFM formar Mestres e Doutores aptos para desenvolver pesquisa científica original e relevante que amplie as fronteiras do conhecimento universal em Bioquímica e Fisiologia, e para exercer o ensino superior de Bioquímica e de Fisiologia com alta qualidade.

Desde sua criação em 1999 até o final de 2011, o programa de pós-graduação BFM foi responsável pela formação de 267 Mestres e 224 doutores (total de 491 titulados em 13 anos, média de 38/ano). Considerando os dados desde o início dos cursos antigos, Fisiologia (1977) e Bioquímica (1985), nosso programa já titulou 582 alunos até o final de 2011.

 

Áreas de concentração

Bioquímica e Fisiologia

 

Linhas de Pesquisa

As principais linhas de pesquisa do Programa de Pós-graduação em Biologia Funcional e Molecular enquadram-se nos seguintes temas: As principais linhas de pesquisa do Programa de Pós-graduação em Biologia Funcional e Molecular enquadram-se nos seguintes temas: 1) Química de macromoléculas; 2) Bioenergética, metabolismo e sinalização celular em diferentes órgãos e tecidos; 3) Neurobiologia e comportamento; 4) Ensino; 5) Genoma, Proteoma e Bioinformática.

 

Avaliação

Nos 3 últimos triênios de avaliação de desempenho pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o Programa BFM recebeu a nota 6 (de uma escala de 7) por ter obtido "Muito Bom" em TODOS os quesitos avaliados: qualidade do corpo docente, atividades de pesquisa, atividades de formação, corpo discente, teses e dissertações e produção científica.

 

Publicações

A quantidade e qualidade da pesquisa desenvolvida pelos grupos de nosso programa estão documentadas em um número expressivo de publicações em periódicos científicos internacionais com seletiva política editorial, com participação significativa do corpo discente.

No ano de 2011 houve uma publicação total de 173 artigos, sem duplicação, publicados por 46 docentes, média = 3,8 artigos/docente sendo um total de 157 artigos publicados por 32 docentes permanentes, média = 4,9 artigos/docente.

É importante salientar que a produção científica dos docentes permanentes em 2011 enquadram-se em sua maioria nos estratos Qualis A2 (27,4%), B1 (26,8%) e B2 (21,7%) da CAPES.

 

 

Inserção da BFM na graduação e na sociedade

Docentes do programa de pós-graduação em Biologia Funcional e Molecular oferecem cursos de Extensão e Especiallização como o curso de Especialização intitulado “Bioquímica, Fisiologia, Treinamento e Nutrição Desportiva" aberto para graduandos e profissionais da área da Saúde oeferecido pela Profa. Dra. Denise Vaz de Macedo e anualmente, os pós-graduandos do programa BFM oferem o "Curso de Inverno em Fisiologia" aberto para graduandos de Instituições de Ensino Superior de todo o país. Ainda há o desenvolvimento de produtos multimídia de Biologia e Química contemplando o conteúdo do ensino médio sob coordenação do Prof. Dr. Eduardo Galembeck. Docentes e pós-graduandos do programa também participam do ¨Programa Ciências nas Férias¨ destinado a alunos do ensino médio de instituição de ensino da rede pública e do "Programa de Formação Interdisciplinar Superior", um curso piloto de ensino superior da UNICAMP voltado aos estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas de Campinas.

 

Para saber mais sobre o Programa BFM clique aqui