Página pessoal

Paulo Mazzafera
 
Formação Acadêmica
É agrônomo pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP-1982) e Mestre em Ciências Biológicas (1987), Doutor em Ciências Biológicas (1990), Livre Docente (1995), Professor Adjunto (2000) e Professor Titular (2001) pela Universidade Estadual de Campinas. Fez estágios de pós doutoramento na Swedish University of Agricultural Sciences, Umeä, Suécia (1992-1993) e no Commonwealth Scientific International Research Organization (CSIRO), Adelaide, Australia (1998-1999). Atua em Fisiologia Vegetal nas culturas café, eucalipto, soja e cana de açúcar. Atualmente (2017-2019) é Professor Visitante da ESALQ-USP.
 
Contato
Universidade Estadual de Campinas
Instituto de Biologia
Rua Monteiro Lobato, 255 - Campinas - SP - Brasil
CEP 13083-862
Departamento de Biologia Vegetal

Email:
Fone: 35216213
Currículo Lattes:
 
Pesquisa
Lignina
Neste assunto é dada atenção a duas culturas, cana de açúcar e eucalipto. Em ambos os casos procura-se entender de que maneira o ambiente altera o conteúdo desse polímero e sua constituição. Os estudos englobam análise de expressão de genes do metabolismo de lignina, desde os que codificam para enzimas anteriores à formação dos monolignóis, até extracelulares, como peroxidases e lacases, responsáveis pela polimerização. Para atingir estes objetivos são usadas técnicas bioquímicas usuais, moleculares, proteômica e espectrometria de massa.
 
Eficiência do uso de P em eucalipto
O fósforo (P) está entre os três minerais essenciais encontrados em maior abundância nos tecidos vegetais. Faz parte da molécula de ATP, RNA e DNA, de lipídeos de membranas e de várias outras moléculas sem as quais plantas não vivem. As rochas fosfatadas são a fonte principal dos fertilizantes fosfatados usados na agricultura e as jazidas são finitas. Isto, junto com o fato de que o P no solo está pouco disponível às plantas, devido às suas interações químicas, faz com que seja necessário maximizar a eficiência do uso de P pelas plantas. O presente projeto visa entender os mecanismos fisiológicos e moleculares da absorção e remobilização do P em eucalipto e como a concentração endógena de fosfato da planta interage com as suas simbioses radiculares e com a microbiota da rizosfera. O eucalipto é uma importante cultura no Brasil, com significativo impacto econômico em várias regiões. Será explorada a diversidade genética de mais de 20 espécies do gênero, procurando-se inicialmente dois grupos entre as responsivas ao fornecimento de P, espécies eficientes e espécies não eficientes em absorver o P do solo. Ou seja, serão selecionadas espécies que consigam responder à suficiência de P (fertilização), mas que sejam diferentes na habilidade de adquirir P do solo quando em condições de deficiência. Em seguida, experimentos direcionados permitirão avaliar desde o crescimento e arquitetura das raízes, expressão gênica do network que regula a absorção, transporte e remobilização de P na planta, análise da microbiota associada, com particular interesse em micorrizas, cinética de absorção do P, respostas bioquímicas das raízes, enzimas do solo, qualidade da madeira dos eucaliptos. (projeto temático Fapesp 16/25498-0)
 
Bioestimulantes
O termo bioestimulantes (BEs) é adotado em outros países e uma definição recente os define como: produtos formulados de origem biológica que melhora a produtividade da planta, como consequência de propriedades emergentes do complexo de constituintes, e não como uma única consequência da presença de nutrientes essenciais para plantas conhecidos, crescimento reguladores, ou compostos protetores de plantas. A legislação brasileira não contempla BEs e vários produtos no mercado contem partes de extratos orgânicos e também elementos nutrientes às plantas, o que os permitem serem classificados como biofertilizantes. As pesquisas nesta área visam entender quais os componentes ativos de extratos de algas e hidrolisados de proteínas e como eles agem nos mecanismos fisiológicos das plantas. São estudadas as culturas de soja, tomate, eucalipto e café.
 
 
Equipe
Nome: João Leonardo Corte Baptistella
Cursando:MS
 
Nome: Pedro Luiz Fávero Filho
Cursando:MS
 
Nome: Daniele Horz
Cursando:MS
 
Nome: Uiara Romero Souza
Cursando:DR
 
Nome: Felipe Thadeu Tolentino
Cursando:DR
 
Nome: Juan Pablo Portilla Llerena
Cursando:DR
 
Nome: Mariana Crotti Franco
Cursando:DR
 
Nome: Laura Migliorini de Araújo
Cursando:DR
 
Nome: Mayara Rodrigues
Cursando:DR
 
Nome: Laura Minatel Bortolato
Cursando:IC
 
Nome: Franklin Magnum de Oliveira Silva
Cursando:PD